Insônia
A Insônia Primária é um Transtorno do Sono, sua característica principal é uma dificuldade de iniciar ou manter o sono ou queixa de um sono não reparador (sensação de que seu sono foi leve, superficial, inquieto ou de má qualidade) durante o período de um mês. Ela é acompanhada de alterações na indução, na continuidade e na estrutura do sono. Esta situação provoca um sofrimento clinicamente significativo ou um prejuízo social, ocupacional ou em outras áreas da vida.

A queixa em relação ao sono pode se transformar ao passar do tempo. Alguém que reclamava de dificuldade em adormecer pode começar a se queixar por não conseguir manter o sono. Além disso, a preocupação por não conseguir dormir pode gerar o desenvolvimento de um círculo vicioso: quanto mais se luta para conciliar o sono, mais fica frustrado e incomodado, e menos é capaz de adormecer.

Na maioria dos casos, a Insônia Primária tem um início repentino, provocado pela vivência de um momento de estresse psicológico (tristeza, afastamento de alguém querido), social (perda do emprego, dificuldades financeiras) ou médico.

O curso da Insônia Primária pode variar, podendo ser aguda ou crônica. Durante seu curso, a pessoa pode adquirir hábitos mal adaptativos de sono (cochilar durante o dia, permanecer na cama por muito tempo, manter um sono irregular) e com a cronicidade, ter as sensações de bem-estar durante o dia diminuídas (danos no humor e motivação, pouca atenção, energia e concentração, e maior cansaço e mal-estar).

Para minimizar os sintomas da Insônia Primária às vezes as pessoas fazem uso de medicamentos por conta própria: usam hipnóticos ou álcool para ajudar com o sono noturno, ansiolítico para a tensão ou ansiedade, e estimulantes para combater a fadiga excessiva. Este comportamento pode gerar outros danos, como o Abuso ou Dependência de Substâncias.

É fundamental que o individuo que sofre de insônia procure um tratamento, pois além da utilização de remédios de modo inadequado, a alteração crônica do sono pode ser um fator de risco para o aparecimento posterior de outros Distúrbios como Ansiedade e Depressão.

A Insônia Primária é um transtorno de múltiplas dimensões e seu tratamento deve combinar medidas não farmacológicas (higiene adequada do sono, terapia cognitiva e de conduta) e farmacológicas (uso de fármacos hipnóticos).
  • Na higiene do sono são realizadas algumas orientações: fazer exercícios físicos de manhã ou no início da tarde, ter uma refeição leve e beber pouca água durante o jantar, evitar nicotina, álcool e bebidas que contenham cafeína, cuidar que o ambiente de dormir seja agradável, regularizar horários para deitar e levantar, usar o quarto somente para dormir, e manter a atividade sexual.
  • O acompanhamento por profissionais é fundamental, o diagnóstico correto, a indicação adequada de tratamento e retirada cuidadosa dos medicamentos faz diferença na qualidade de vida e na melhora dos prejuízos e sofrimentos sentidos por quem apresenta Insônia.
Referências Bibliográficas:
PSIQUIATRIA, Associação Americana de. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais - DSM-IV-TR. Trad. Cláudia Dornelles, 4° ed. rev. Porto Alegre: Artmed, 2002 (p.567-573).

Monti, J. M. (Jaime M Monti). Insônia primária: diagnóstico diferencial e tratamento. Revista Brasileira de Psiquiatria. 2000; 22(1):31-4.
Receba atualizações por e-mail!
Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis para ter uma vida saudável, aproveitar ao máximo a companhia de seus familiares e seus amigos e superar o estresse e o cansaço da rotina urbana!
Inscreva-se
Respeito sua privacidade e não farei Spam.
Contato

(11) 4564-3880 / (11) 98327-3738 (Whatsapp)

contato@drdanielsocrates.com.br

Rua Borges Lagoa, 1070, Cj. 71
Vila Clementino - São Paulo - SP

Segunda a Sexta-feira
Das 08:00 às 18:00

Cartões cerebro-02
Logos associações psiquiatria
Dr. Daniel Sócrates © 2016. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Eloísa Gouvêa.
Top